Google

Plasticidade Cerebral


Reprogramação Mental
Plasticidade Cerebral

A plasticidade cerebral explica o facto de certas regiões do cérebro poderem substituir as funções afetadas por lesões cerebrais.
Como tal, uma função perdida devido a uma lesão cerebral pode ser recuperada por uma área vizinha da zona lesionada.

Contudo, a recuperação de certas funções depende de alguns factores, como a idade do indivíduo, a área da lesão, o tempo de exposição aos danos, a natureza da lesão, a quantidade de tecidos afetados, os mecanismos de reorganização cerebral envolvidos, assim como, outros factores ambientais e psicossociais.

Porém, a plasticidade cerebral não é apenas relevante em caso de lesões cerebrais, uma vez que ela está continuamente ativa, modificando o cérebro a cada momento.

Os mecanismos através dos quais ocorrem os fenômenos de plasticidade cerebral podem incluir modificações neuroquímicas, sinápticas, do receptor neuronal, da membrana e ainda modificações de outras estruturas neuronais.

Plasticidade Sináptica
As sinapses são conexões especializadas que permitem transmitir informação entre os neurônios.

São, por isso, estruturas dinâmicas que governam e moldam o fluxo de informação do circuito nervoso.
Sendo assim, a plasticidade sináptica consiste na capacidade de rearranjo por parte das redes neuronais.
Ou seja, perante cada experiência nova do indivíduo, as sinapses são reforçadas, permitindo a aquisição de novas respostas ao meio ambiente.
Por isso, a plasticidade sináptica constitui um dos mecanismos mais importantes da plasticidade cerebral.

Reprograme-se com os áudios de Reprogramação Mental!

Simone El Hage 

simoneelhage.com.br

Comentários

Gostou? Então deixe o seu Comentário abaixo :-)

2 Comentários

    Inscreva-se aquí para receber novidades!

    Assista de manhã e à noite
    Reprogramação Mental - Prosperidade
    Uma pequena Reprogramação Mental para Grande Prosperidade